24 de agosto de 2014

Traveling in mayonnaise

A palavra de Deus nos orienta: “Porque, sendo vós sensatos, de boa mente tolerais os insensatos.(2 Coríntios 11:19)Pensa num negócio difícil, principalmente quando estamos deparando-nos todo o tempo com irmãos que vivem “viajando na maionese”, banalizando a palavra de Deus sem qualquer pudor.
Muitos nem se preocupam mais em ler a bíblia e aprender de fato a lei do Senhor, já que quando decidem ouvir Deus, optam por buscar os “profetas”, sim, pois ouvi-los é sempre mais agradável, até porque sempre falam aquilo que todos querem ouvir, do contrário, pode ter certeza, o profeta é falso, ou está sendo usado pelo diabo. E de quem é a culpa? Não podemos generalizar, mas acredito que grande parte disso tudo, sem dúvida, é culpa dos pastores, que ao invés de fazerem o serviço para o qual foram chamados, ficam inventando moda e apascentando a si mesmos.Qual é o papel do pastor, se não o de apascentar as ovelhas?

Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas? (Ezequiel 34:2).
Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o SENHOR. (Jeremias 23:1).
As fracas não fortalecestes, e a doente não curastes, e a quebrada não ligastes, e a desgarrada não tornastes a trazer, e a perdida não buscastes; mas dominais sobre elas com rigor e dureza. (Ezequiel 34:4).

O que significa apascentar? Cuidar, levar até o pasto, alimentar, nutrir etc. Por que muitos pastores não apascentam as ovelhas do Senhor? As ovelhas atualmente são muito independentes, complicadas e nem sempre querem ouvir as orientações do pastor da igreja, sendo assim, a melhor forma de mantê-las no aprisco (igreja) é deixando-as fazer o que bem querem. Os sermões são bem elaborados, as palavras são altamente calculadas, para não magoar, chatear ou ferir. O culto é direcionado para a plateia e elaborado de maneira que prenda a atenção de todos. Palavras sobre salvação, pecado, juízo final, cruz, vontade de Deus, caminho estreito e inferno são facilmente substituídas por prosperidade, bênçãos e cura. No entanto, o que temos esquecido é que a verdade é que liberta: "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." (João 8:32)Precisamos pregar a verdadeira palavra de Deus, pois nela é que está o poder. A palavra de Deus não precisa de nossas técnicas e ou efeitos especiais para fazer efeito, ela é viva, é a voz de Deus. Quando fazemos coisas deste tipo estamos tentando tirar o mérito da palavra e colocando no nosso método. O propósito hoje é outro, é competir e pregar melhor que o outro, nem que para isso precise enfeitar um pouquinho."Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém." ( Romanos 1:25).

A palavra de Deus não precisa da nossa alta performance: "Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração." (Hebreus 4:12).
É hora de parar de pensar em números e pensar em qualidade, investindo na vida das pessoas de maneira que venham a ter uma transformação genuína e que de forma dedicada busquem o céu. Precisamos parar de iludi-las com um evangelho fácil e medíocre, orientando-as a diariamente buscar o Senhor de maneira que venham a conhecê-lo verdadeiramente, para que possam de fato agradá-lo.
Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas, Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor. (Jeremias 9:23-24).
Quando conhecemos Deus, paramos de viver de maneira ilusória e principalmente de viajar na maionese, pois o evangelho de Cristo é lindo, simples e puro e esse evangelho é que precisa ser pregado. Não podemos permitir ou ajudar as pessoas a se autodestruir: O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; (Oséias 4:6)Então, que possamos assumir a posição ao qual fomos chamados, pois: Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. (João 13:16).


Mônica Bastos